PROJETO 7 JOIAS ARTESANAIS DE NATIVIDADE POR MESTRE WAL

OFICINA PROJETO JOIA RARA DE NATIVIDADE

 

Natividade lança Projeto 7 joias com Livro Manual, Videoaulas e Portfólio  

A arte secular da confecção das joias tradicionais, utilizada pelos ourives nativitanos, foi devidamente registrada, por meio do Projeto 7 Joias Artesanais de Natividade-Tocantins por Mestre Wal. Contemplado no Programa Amazônia Cultural/Ministério da Cultura, ano 2013, o projeto apresenta três produtos – livro manual, videoaulas e portfolio -, que serão lançados na próxima sexta-feira, dia 24 de julho, às 19h30, na Casa de Ofícios Lourenço José da Costa, na praça Matriz de Natividade-TO.

O livro manual e as videoaulas detalham o elaborado processo de confecção de sete joias, escolhidas em razão de serem as mais procuradas pela comunidade nativitana: os pingentes “Coração Nativo”, “Divino” e a “Peixa”; os colares de “Lantejoula” e o “Elo Português”; o brinco “Flor de Maracujá”; e o “Anel Escravo”. Também faz parte do projeto a realização de oficinas.

O responsável pela transmissão deste conhecimento é Joaquim Valdeídes Carvalho – o Mestre Wal, com projeto elaborado por Simone Câmelo Araújo. Os dois são parceiros na Ourivesaria Mestre Juvenal, mantida pela Asccuna – Associação Comunitária Cultural de Natividade. Mestre Wal contribui, voluntariamente, para a formação de jovens aprendizes, na cidade, desde 1996, quando a oficina de joias entrou em atividade.

Simone Camelo conta que o risco de perda definitiva do saber e do fazer das tradicionais joias artesanais foi o que motivou a elaboração do projeto. “É uma forma de registrar, de democratizar e fortalecer a troca de conhecimentos e experiências deste patrimônio imaterial, em que se constitui a feitura das nossas joias”.

O livro,  “Manual 7 Joias Artesanais”,  destaca o trabalho de uma linhagem de mestres ourives, que como Wal, cresceram e desenvolveram o ofício em Natividade. Mestre Wal chama a atenção para o fato de que, além da transmissão do saber, o projeto é uma alternativa à criação de novas oportunidades de formação e capacitação para os jovens que estão fora do mercado de trabalho.

A iniciativa inédita do registro, em texto, vídeo e foto, no Estado do Tocantins, é de grande relevância para a preservação da memória nacional.

 

HISTÓRIA: A arte secular da confecção das joias tradicionais é uma herança da colonização portuguesa no Brasil. A técnica rara da filigrana é utilizada em duas das peças contempladas no Projeto 7 Joias (pingente coração nativo e o brinco flor de maracujá).  O ofício atravessou séculos, se enriqueceu com características locais, e tem se mantido pelas mãos dos ourives nativitanos.

ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA CULTURAL DE NATIVIDADE | 2013                                                                                                                      Desenvolvido por "ROBSON PRADO"